Currículo

Eliane Caffé formou-se em Psicologia e em 1988 partiu para Cuba para iniciar seus estudos de cinema na “Escola Internacional de Cine y TV de San Antonio de los Baños”. Em 1990 viaja para Espanha com uma bolsa de pós-graduação para aprofundar sua formação humanista no “Instituto de Estética e das Artes” da Universidade Autônoma de Madrid. De volta ao Brasil, segue a carreira de cineasta escrevendo e dirigindo curtas, longas metragens e series de TV que vêm ganhando o reconhecimento da critica e publico em importantes Festivais e Mostras no Brasil e internacionalmente. Ao longo de sua trajetória a diretora vem construindo temáticas e abordagens cada vez mais implicadas com a exploração da linguagem audiovisual em “zonas de conflitos reais” - tanto no contexto rural do Brasil como nos grandes centros urbanos. Em seus trabalhos é visível a experimentação com a narrativa que interage com personagens reais e agrega repertórios de seus universos de vida como coletivos com voz própria. Mais do que personagens e cenários, esses coletivos atuam em pé de igualdade com a equipe técnica do filme em todo o percurso da realização da obra. Atualmente, está voltada para consolidar a pratica de pensar e produzir um cinema “polifônico”, “dialógico” e que se estenda muito além dos sets de gravações.

Escolaridade

. Graduada em Psicologia pela “Pontifícia Universidade Católica de São Paulo” / 1985
. Curso de mestrado no “Instituto de Estética y Teoria de las artes“ - Universidade Autonoma de Madrid, Espanha - 1991/92.

Bolsas de Estudo

*2010 – Bolsa FUNARTE para o projeto “Interações Estéticas em Pontos de Cultura” (Alcântara / MA) – duração 3 meses.

* 1990 / 92 - Bolsa outorgada pelo “Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Brasil / CNPQ“ para cursar estudos de mestrado no “Instituto de Estética y Teoria de las Artes“ - Universidade Autonoma de Madrid, Espanha.

* 1987 - Bolsa outorgada pela “Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antônio de los Baños / Cuba“, para o taller de Dramaturgia e roteiro (duração 3 meses).

Filmografia

1.“ERA O HOTEL CAMBRIDGE” (longa-metragem de ficção, 110’, 2016)

Era o Hotel Cambridge aborda a questão do movimento de refugiados/imigrante em conexão com a luta de trabalhadores sem-teto que disputam uma moradia digna nas cidades do mundo inteiro. O filme é um hibrido de ficção e documental no qual participam atores e personagens reais de uma ocupação no centro de São Paulo. O convívio entre línguas, mundos e culturas diferentes transforma a narrativa em uma rica polifonia de situações tragicômicas.


Participações e Premiações em Festivais

15º Festival do Filme e Forum dos Direitos Humanos (FIFDH)/ Genebra/Suiça
Menção especial do júri internacional
11º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro (João Pessoa – PB)
Melhor Atriz – Suely Franco
Melhor Longa segundo o Júri ABRACCINE
Melhor Longa segundo o Júri Oficial
8º Festival Internacional de Cinema da Fronteira (Bagé – RS)
Melhor Filme – Mostra Competitiva Internacional de Longas-metragens
Melhor Atuação (Carmen Silva) - Mostra Competitiva Internacional de Longas-metragens
Festival Pachamama – Cinema de Fronteira 2016
SESSÃO DE ENCERRAMENTO
40º Mostra Internacional de Cinema de São Paulo – 2016
Prêmio de Melhor Filme – Voto Popular
18º Festival Internacional do Rio de Janeiro | Première Brasil – 2016
Prêmio da CRÍTICA FRIPESCI
Melhor Filme – Voto Popular
Melhor Montagem
64º Festival de San Sebastián | Horizontes Latinos – 2016
Menção Honrosa – Prêmio Spanish Cooperation
Hubert Bals Fund |Apoio para Pós-Produção (Festival Internacional de Rotterdam) – 2015
63º Festival de San Sebastián | Cine en Construcción 28 - 2015
Prêmio da Industria
Prêmio – Apoio Região Île de France


2.“O SOL DO MEIO DIA” (longa-metragem de ficção, 110’, 35 mm)

A trajetória de três personagens do interior do Brasil que por razões diferentes são obrigados a deixarem o lugar de origem. Eles se encontram no mesmo destino – a cidade de Belém – na tentativa de regenerarem-se.

PRÊMIOS

33ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo / 2009
- Prêmio da Critica de Melhor Filme Brasileiro
Festival Internacional do Rio de Janeiro / 2009
- Melhor atores para Luis Carlos Vasconcelos e Chico Diaz


3. “NARRADORES DE JAVÉ” (ficção,35mm, 100’ / 2002).

Os habitantes de um minúsculo vilarejo no sertão da Bahia decidem escrever a “grande história oficial” do lugar para obterem o tombamento da comunidade e assim tentar evitar de submergirem sob as águas de uma hidrelétrica que os ameaça.

PRÊMIOS

Festival de Cinéma des 3 Ameriques (Quebec / Canadá) / 2004
-Prêmio de melhor longa-metragem de ficção do
Festival Un Cine de Punta (Punta del Leste / Uruguai) /2004
-Prêmio Mano de Ouro, de melhor filme, no
XIX Muestra de Cine Mexicano e Liberoamericano de Guadalajara
-Prêmio: menção Honrosa pelo Juri Oficial
30º Festival Internacional do Filme Independente de Bruxelas
- Prêmio melhor filme e melhor roteiro
Federation Internationale de la presse cinematographique
- Prêmio de melhor filme pelo Júri FIPRESCI - - Festival de Friburgo/ Suíça – 2003
Festival Internacional Um Cine de Punta / Punta Del Leste
- Prêmio “Mano de Oro” de melhor filme / 2004
Festival Internacional de Rotterdam / Holanda ( 2003)
-Selecionado para a mostra competitiva do 32º festival internacional de cinema
Festival Internacional do Rio de Janeiro / Brasil (2003)
- Melhor filme
- Melhor ator para José Dumont
- Melhor filme pelo Júri Popular
Cine PE – Festival do Audiovisual – 2003
- Melhor filme
- Melhor Direção
- Melhor montagem, som, ator, atriz, ator e atriz coadjuvante
- Prêmio da crítica – melhor filme
- Prêmio Gilberto Freire
3º Ecocine – Festival Nacional de cinema e vídeo ambiental
- Melhor filme
7ª Bienal Bienal de Design Gráfico /2004
- premiado como destaque na Categoria TV, Cinema e Vídeo.
Prêmio APCA /2005
- Melhor roteiro para “Narradores de Javé”
Prêmio da Crítica – CINESESC/2005
- Melhor diretor por “Narradores de Javé”
Prêmio TAM do Cinema Brasileiro – 2005
-Melhor roteiro
-melhor ator coadjuvante

4.“KENOMA” (ficção, 35mm, 100 minutos/1998)

No sertão do Brasil, um homem vive a obsessão de transformar a engenhoca de um moinho abandonado na utópica máquina de “movimento perpétuo”.

PRÊMIOS E MOSTRAS

XX Biarritz International Film Festival / 1998
- prêmio“SOLEIL D’OR” como melhor filme.
Festival Internacional de Gàva/Espanha / 1999.
- prêmio melhor filme, melhor direção e melhor fotografia
- 55ª Mostra Internazionale D’Arte Cinematográfica – La Bienale di Venezia (Prospettive)
- 23º Annual Showing – Toronto International Film Festival
Encontro Brasil-Portugal de Cinema
- melhor ator para José Dumont
Festival de Brasília/ 1998
- melhor ator para José Dumont , melhor direção de arte e cenografia e melhor abertura.
Festival Brasileiro de Miami /1999
- melhor roteiro, melhor direção de arte e melhor ator coadjuvante.
- O filme foi selecionado para participar das mostras nos festivais de Locarno, Rotterdam, entre outras.

5. “CALIGRAMA“ (documentário,35mm, 30’ /1995)

Ensaio poético com os moradores de ruas da cidade de São Paulo que representam sua condição através de sons, objetos, escritos e auto-retratos.

PRÊMIOS

1995 - Festival de Brasília do Cinema Brasileiro
* Melhor Documentário pelo Júri Oficial
1996 – Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano
* Melhor Filme Experimental pelo Júri Oficial

6.“ARABESCO“ (ficção, 35 mm, 15’ / 1990)

Dois homens invadem uma casa onde as situações estranhas e absurdas acontecem e revelam dois modos distintos de lidar com o desconhecido.

PRÊMIOS

Festival de Cinema de Gramado / 1990
- Melhor Curta-metragem pelo Júri Oficial
- Melhor curta-metragem pelo Júri Popular
- Melhor Fotografia
- Melhor Cenografia
- Melhor Som
1992 - Festival Internacional de Cinema Realizado por Mulheres / Madrid.
- Melhor Curta-metragem pelo Júri Popular


7.“ O NARIZ“ ( ficção,35 mm, 11’ / 1987)
A busca pela identidade leva um homem a mascarar-se com um nariz de borracha sem que nada mais se altere em sua rotina da casa e do trabalho.


PRÊMIOS
Festival Internacional de Cinema de Oberhausen, Alemanha /1989.
-Melhor Curta-metragem pelo júri da “Cinemateca da Juventude“
XII Jornada Internacional de Cinema da Bahia-1988.
- Melhor Curta-metragem de Ficção
XI Jornada de Cinema e Vídeo no Maranhão -1988.
- Melhor ator para Carlos Gregório


Vídeos Ensaios e Microsérie para TV

“O LOUCO DOS VIADUTOS” ( ficção, HD, 2009)
* Micro-serie de 4 capítulos para a TV Cultura / 2009. A história real da ocupação dos baixios do viaduto Alcântara Machado em São Paulo pelo GARRIDO BOXE que transformou o local numa academia de ginástica para grupos sociais de baixa renda, moradores de rua, prostituas, ex-detentos e migrantes - Uma fábrica de campeões de boxe.

“A MARGEM DA PAISAGEM” (documentário, HD, 52’, 2012)
*Documentario sobre o processo de criação lan-art do artista Jean Paul Ganem.

“MILÁGRIMAS”(documentário,vídeodigital, 55’/2006)
* Documentário sobre o processo de criação do espetáculo de dança “Milágrimas” do coreógrafo Ivaldo Bertazzo

“CIDADES SEM JANELAS” (vídeo-instalação)
*Realização da vídeo-instalação “Kinotrem” para o evento multimídia “Arte & Cidade” /São Paulo.

Coordenação de Oficinas de criação coletiva

“VIDEO CARTA ACARAÚ, SANTA MARIA E PEREIRINHA/ITACURUÇÁ”
*Coordenação de criação coletiva em audiovisual nas comunidades Quilombolas e Ribeirinhas do Vale do Ribeira – Projeto Coletividea/ 2012.

“VIDEO CARTA A SÃO PAULO” (ensaio/documentário, HD, 60’, 2011)
*Coordenação da criação coletiva do “vídeo-carta” com um grupo de refugiados da cidade de São Paulo em parceria com o SESC Consolação e ADUS.

“CÉU SEM ETERNIDADE” (ensaio/documentário, HD, 70’, 2011)
*Coordenação da criação coletiva do “vídeo-carta” com as comunidades quilombolas de Alcântara/Ma que vivem em conflito com o Projeto Espacial.
Prêmio Nego Chico do FESTIVAL GUARNICÊ DE CINEMA /2011: “Menção Honrosa”.
“PAZ NA DIFERENÇA” (ensaio , HD, 40’,2010)
*Coordenação da oficina coletiva de vídeo com pacientes psiquiátricos do Projetos Terapeuticos

“ESCRITURA DRAMÁTICA PARA AUDIOVISUAL”
*Coordenação do Curso Regular de oficinas de narrativas audiovisuais em curta metragem para o SESC POMPÉIA/SP.

Oficinas de dramaturgia em audiovisual

Coordenação de oficinas áudio-visual em várias entidades: “Escuela Internacional de Cine de CUBA”, “Projeto Garrido Boxe”; “Espaço de Cinema Unibanco”; “Espaço Paulista Cultural”; “Unidades do SESC/SP” “Estúdio Fátima Toledo”; “Escola São Paulo” “ Galeria B-ARCO”, “Praticável do Folias” entre outros.


ENGLISH VERSION

Education

. Graduated in Psychology at the Catholic University of São Paulo / 1985
. Masters at the “Instituto de Estética y Teoria de las artes“ – Autonomous University of Madrid, Spain - 1991/92.

Scholarships

*2010 – FUNARTE scholarship for the project “Interações Estéticas em Pontos de Cultura – Aesthetical Interventions in Points of Culture” (Alcântara / MA) – duration 3 months.

* 1990 / 92 – Scholarship granted by “National Council for Brazilian Scientific and Technological Development / CNPQ“ for masters degree at the “Instituto de Estética y Teoria de las Artes“ – Autonomous University of Madrid , Spain.

* 1987 - Scholarship granted by the “Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antônio de los Baños / Cuba“, for Drama and Screenplay Workshop – duration 3 months.

Filmography

1.ERA O HOTEL CAMBRIDGE (fiction, HD, 90’/2017)
The film tells the story of refugees, recently arrived in Brazil who, together with homeless
migrants, occupy an old abandoned building in downtown São Paulo. Daily dramas, comical situations and different views on the world commingle with the threat of impending eviction.

AWARDS & EXHIBITIONS

-11º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro (João Pessoa – PB)
Best Film Award
Best Film Award - ABRACCINE jury
Best actriz to Suely Franco
-8º Festival Internacional de Cinema da Fronteira (Bagé – RS)
Best Film Award
Best actriz to Carmen Silva

-40º Mostra Internacional de Cinema de São Paulo – 2016
Best Film – populary jury
18º Festival Internacional do Rio de Janeiro | Première Brasil – 2016
Best Film -FRIPESCI
Best Film – populary jury
Best ediction
64º Festival de San Sebastián | Horizontes Latinos – 2016
Menção Honrosa – Prêmio Spanish Cooperation
Hubert Bals Fund |Apoio para Pós-Produção (Festival Internacional de Rotterdam) – 2015
63º Festival de San Sebastián | Cine en Construcción 28 - 2015
Industry award


1. KENOMA (fiction, 35mm, 100’ / 1998)

In the Brazilian outback, a man is obsessed with transforming the remnants of an old abandoned mill into a utopian perpetual motion engine.

AWARDS & EXHIBITIONS

XX Biarritz International Film Festival / 1998
- Best Film Award “SOLEIL D’OR”.
International Gava Film Festival/Spain/1999.
- Best Film, Best Director and Best Photography Awards.
- 55th Internazionale D’Arte Cinematográfica – La Bienale di Venezia (Prospettive)
- 23rd Annual Showing – Toronto International Film Festival
Brazil/Portugal Cinema Encounter
- Best Actor for José Dumont
Brasília Film Festival/1998
- Best Actor for José Dumont , Best Art and Scenography Director and Best Opening.
Brazilian Film Festival Miami/1999
- Best Screenplay, Best Art Director and Best Supporting Actor.
- The film was selected for the film festivals in Locarno, Rotterdam, among others.


2. “STORYTELLERS” / Narradores de Javé – (fiction, 35 mm, 100’/2002).

Inhabitants of a small village in the Bahia outback decide to write the town’s “official history” to be granted a national heritage status and thus avoid being flooded by the waters of a major dam to be built in the region.

AWARDS

3 Americas Film Festival (Quebec / Canada) 2004
-Best Feature Fiction Film Award
Un Cine de Punta Film Festival (Punta del Leste / Uruguay) 2004
-Mano de Ouro Best Film Award
XIX Mexican and Iberian-American Film Festival Guadalajara
-Honorable Mention Award by Official Jury
30th International Independent Film Festival Brussels
- Best Film and Best Screenplay Awards
International Federation of Cinematographic Press
- Best Film Award by FIPRESCI Jury – Freiberg Film Festival/Switzerland – 2003
International Cine de Punta Film Festival/Punta Del Leste
- Mano de Oro Best Film Award/2004
International Film Festival Rotterdam / Holland - 2003
-Selected for the Competitive Exhibition for the 32nd International Film Festival
International Film Festival Rio de Janeiro/Brazil - 2003
- Best Film
- Best Actor for José Dumont
- Best Film by Popular Jury
Cine PE – Audiovisual Festival – 2003
- Best Film
- Best Director
- Best Editor, Sound, Actor, Actress and Supporting Actress
- Critic’s Award – Best Film
- Gilberto Freire Award
3rd Ecocine – National Environmental Film and Video Festival
- Best Film
7th Graphic Design Bienal/2004
- highlight in TV, Cinema and Video Category
APCA Award/2005
- Best Screenplay
Critics’ Award – CINESESC/2005
- Best Director
TAM Award for Brazilian Cinema – 2005
- Best Screenplay
- Best Supporting Actor


3. “MIDDAY SUN” / O Sol do Meio Dia – (fiction feature film, 110’, 35 mm)

The story of three characters from the countryside of Brazil who for different reasons are forced to leave their hometowns. They arrive all at the same destination – the city of Belem – in an attempt to turn over a new leaf.

AWARDS

33rd International Film Festival São Paulo/2009
- Critics’ Award Best Brazilian Film
International Film Festival Rio de Janeiro/2009
- Best Actors for Luis Carlos Vasconcelos and Chico Diaz


4. CALIGRAMA (documentary, 35mm, 30’ /1995)

Poetic essay on street dwellers in the city of São Paulo who reveal their way of life through sounds, objects, written words and self-portraits.

AWARDS

1995 – Brazilian Cinema Festival Brasilia
* Best Documentary by Official Jury
1996 – Del Nuevo Latin American International Film Festival
* Best Experimental Film by Official Jury


5. ARABESCO (fiction, 35 mm, 15’ / 1990)

Two men break into a house in which weird situations and absurd events take place, revealing two distinct manners of dealing with the unknown.

AWARDS

Gramado Film Festival/1990
- Best Short Film by Official Jury
- Best Short Film by Popular Jury
- Best Photography
- Best Scenography
- Best Sound
1992 – International Women’s Film Festival/Madrid
- Best Short Film by Popular Jury


6. “THE NOSE” / O Nariz – ( fiction, 35 mm, 11’ / 1987)
Searching for his identity, a man wears a rubber nose as he goes about his normal daily affairs.


AWARDS

Oberhausen International Film Festival, Germany/1989.
- Best Short Film by “Young Cinema” Jury
XII International Cinema Journey Bahia-1988.
- Best Fiction Short Film
XI Cinema and Video Journey Maranhão -1988.
- Best Actor for Carlos Gregório


Videos

VIDEO LETTER TO SÃO PAULO (essay/documentary, HD, 60’, 2011)
*Workshop Director for “video-letter” production with group of refugees in São Paulo.

SKY WITH NO ETERNITY / Céu Sem Eternidade - (documentary, HD, 70’, 2011)
*Workshop Director for “video-letter” production with quilombo communities in Alcântara, Maranhão in conflict with Space Project.
Nego Chico Award at GUARNICE FILM FESTIVAL /2011 - Honorable Mention.

GARRIDO BOXE - O Louco dos Viadutos - ( doc-fiction, HD, 160’ / 2009)
* Mini-series in 4 episodes for TV Cultura/2009. The true story of the occupation of areas beneath the Alcantara Machado overpass in São Paulo by GARRIDO BOXE who transformed them into gyms for low-income groups, street dwellers, prostitutes, ex-inmates and migrants – a factory for creating boxing champions.

MILÁGRIMAS (documentary, digital video, 55’ / 2006)
* Documentary on the creative process behind the Milagrimas dance spectacle with choreography by Ivaldo Bertazzo

CIDADES SEM JANELAS – City With No Windows (video-installation)
*Production of the Kinotrem video-installation for the multimedia event “Art & City/São Paulo.


Workshops

- Coordination of audiovisual workshops for various units: Garrido Boxe Project; Therapeutic Projects; FUNARTE Unibanco Cinema Space; Paulista Cultural Space; SESC/SP, Fátima Toledo Studio; São Paulo Art School, B-ARCO Gallery, Praticável do Folias, among others.