Sinopse

Era o Hotel Cambridge aborda a questão do movimento de refugiados/imigrante em conexão com a luta de trabalhadores sem-teto que disputam uma moradia digna nas cidades do mundo inteiro. O filme é um hibrido de ficção e documental no qual participam atores e personagens reais de uma ocupação no centro de São Paulo. O convívio entre línguas, mundos e culturas diferentes transforma a narrativa em uma rica polifonia de situações tragicômicas. As janelas do edifício se abrem para outros mundos através da web, quando os refugiados se conectam com seus familiares e países de origem deixados para trás.   A preparação do projeto levou dois anos e foi gerido por um coletivo que permitiu transformar todo o edifício (que é zona de conflito real) no set criativo da filmagem. Esse coletivo foi composto por quatro frentes principais: equipe de produção do filme; lideranças da FLM (Frente de Luta pela Moradia); grupo dos refugiados e núcleo de estudantes de arquitetura da Escola da Cidade. Por meio oficinas dentro da ocupação surgiu a matéria prima para o aprimoramento do roteiro e da direção de arte. A ousadia do experimento garantiu autenticidade e força dramática ao o filme.

 



Equipe

Produção: Brazil / France
Direção: Eliane Caffé
Produtores: Rui Pires, André Montenegro, Edgard Tenembaum and Amiel Tenenbaum
Roteiro: Eliane Caffé, Luis Alberto de Abreu and Inês Figueiró
Produtor executivo: André Montenegro and Rui Pires
Fotográfo: Bruno Risas
Direção de arte: Carla Caffé and Escola da Cidade
Editor: Márcio Hashimoto
Som direto: Juliano Zoppi
Editor do som: Miriam Biderman, ABC and Ricardo Reis
Co-produção: Tu Vas Voir and Apoio
Produção: Aurora Filmes

Ficha Técnica

Genero: Ficção
Brasil/França, 90 min, cor
Direção: Eliane Caffé
Roteiro: Eliane Caffé, Luis Alberto de Abreu, Inês Figueiro
Empresa Produtora: Aurora Filmes
Empresa Coprodutora: Tu Vas Voir (França)
Instituição Coprodutora: Escola da Cidade
Fotografia: Bruno Risas
Direção de Arte: Carla Caffé e Escola da Cidade

Participações e Premiações em Festivais

11º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro (João Pessoa – PB)
Melhor Atriz – Suely Franco
Melhor Longa segundo o Júri ABRACCINE
Melhor Longa segundo o Júri Oficial

8º Festival Internacional de Cinema da Fronteira (Bagé – RS)
Melhor Filme – Mostra Competitiva Internacional de Longas-metragens
Melhor Atuação (Carmen Silva) - Mostra Competitiva Internacional de Longas-metragens

Festival Pachamama – Cinema de Fronteira 2016
SESSÃO DE ENCERRAMENTO

40º Mostra Internacional de Cinema de São Paulo – 2016
Prêmio de Melhor Filme – Voto Popular

18º Festival Internacional do Rio de Janeiro | Première Brasil – 2016
Prêmio da CRÍTICA FRIPESCI
Melhor Filme – Voto Popular
Melhor Montagem

64º Festival de San Sebastián | Horizontes Latinos – 2016
Menção Honrosa – Prêmio Spanish Cooperation

Hubert Bals Fund |Apoio para Pós-Produção (Festival Internacional de Rotterdam) – 2015

63º Festival de San Sebastián | Cine en Construcción 28 - 2015
Prêmio da Industria

Prêmio – Apoio Região Île de France